domingo, 25 de dezembro de 2011

Fim do que? - Uma outra "visão" sobre 2012

“As grandes almas que ajudam invisivelmente na evolução da humanidade não fazem previsões funestas.
Em nenhum momento, suas orientações são direcionadas à questões de fim do mundo.

Seus ensinamentos são direcionados à manutenção da esperança e da Luz Divina que já habita todos os seres.

Suas inspirações são para ampliarmos o sorriso, para abrirmos flores em nossos chacras e pa ra fluirmos pela existência com generosidade e bom senso.

Seus ensinamentos são claros: AMOR, AMOR, AMOR...

Sua bondade é inigualável e, por isso, eles dizem:

"Avancem no caminho... Estamos abraçando seus espíritos, estamos presentes em seus corações.

Nossa alegria é vê-los evoluindo em direção ao afloramento de seus potenciais divinos. Cresçam, meus irmãos!

Os medos, profecias e querelas humanas não governam os destinos do mundo.

A luz da humanidade está no coração e em seus próprios passos. O destino dos homens já está traçado desde a aurora dos tempos.

Ninguém tem alternativa a não ser evoluir..."

Para alguns, esse processo pode parecer demasiadamente lento.

Outros podem argumentar que há pessoas tão maléficas que o único caminho para elas é a destruição.

Todavia, é necessário olhar tudo isso com visão ampla, além de meras referências sensoriais e emocionais.

É preciso olhar com visão imortal, preciosa e livre de amarras psicológicas. Ninguém morre!

Onde, então, está esse fim de que tanto falam e profetizam?

O Universo pode desaparecer, quem sabe?

Mas as consciências permanecerão vivas e conscientes.

Não temos alternativa: somos imortais!

Se por ventura, eu souber de alguma catástrofe mundial, não me abalarei, pois sei que isso já aconteceu antes e estou vivo até hoje!

A Atlântida afundou, mas há tantas pessoas que desencarnaram lá e estão vivas hoje tanto quanto antes. Não me preocupa o fim do mundo, pois sou imortal. O que me preocupa é o fanatismo e o medo das pessoas. Como gostaria de ver o fim disso!
Vejo muitas pessoas profetizando o fim dos tempos, mas não as vejo falar de imortalidade. Vejo-as ameaçando o mundo, como se fossem "juízes da Nova Era".

Não sei se acontecerá alguma coisa amanhã ou depois, mas sei que meus olhos estão brilhando de compaixão. Não sei o que virá nos dias vindouros, mas sei que no presente momento devo crescer, sorrir, amar e lutar por idéias criativas entre os homens.

Não sou profeta, sou apenas um espírito vivendo por um tempo na Terra. Entro e saio de corpos há muitos milênios e vou seguindo... Se não existir mais este planeta, vou para outro. Já faço isso há um tempão. Terremotos, maremotos, furacões e morte não me perturbam. Se acontecerem mesmo em escala planetária, tenho absoluta certeza de que sobreviverei a eles, seja dentro ou fora do corpo. Aliás, não tenho alternativa mesmo: Deus me fez imortal!

Como disse antes, não sei profetizar e também não me considero um eleito espiritual diferente dos outros. Pelo contrário, preciso aprender muito com meus irmãos de caminhada.
Tenho mais simpatia pelo meu amigo Gilmar, balconista da padaria do sr. Manuel, onde almoço, brinco e falo de futebol, do que pelos profetas de fim dos tempos.

Muitos deles se acham escolhidos espirituais diferentes dos outros seres humanos.

E além de ser amigo do pessoal da padaria, também sou amigo de vários seres espirituais.

São eles que me inspiram a sempre veicular ideias positivas ao mundo.

Bom, está na hora de concluir este texto.

Acho que vou ali na esquina, na pastelaria do meu amigo japonês que adora conversar comigo sobre aura e vida após a morte.

Deu-me uma baita vontade de comer um pastel.

E que dupla maravilha: o pastel não é iniciado ou extraterrestre, e eu não sou um escolhido da Nova Era!

Contudo, vou até a pastelaria cheio de alegria, e meus olhos estão brilhando, pois está neles a certeza de que sou imortal e o único "finn" que conheço é a marca do adoçante aspartame que uso no cafezinho.”

Autoria: Wagner Borges
www.ippb.org.br

IMPORTANTE: Não altere, comercialize ou utilize de forma  leviana o texto ou a imagem. Caso queira publicar algum  conteúdo, coloque as fontes e o autor(a). Respeite o trabalho intelectual e  colabore para formação de uma Umbanda séria e respeitada por todos.

Fim do mundo em 2012

imagen_video_el-universo
NASA desmente fim do mundo em 2012

SÃO PAULO – Por meio de um relatório, a Agência Espacial Americana esclarece as dúvidas dos internautas e afirma: o mundo não acaba com o fim do calendário Maia.

O aviso foi dado depois que um site mantido pela NASA foi inundado de perguntas de internautas a respeito de um misterioso planeta chamado Nibiru e do fim do mundo programado para 21 de dezembro de 2012.

A página em questão se chama “Ask an Astrobiologist”, e é mantida por David Morrison como parte de seus trabalhos como Cientista Sênior do Instituto de Astrobiologia da NASA. Nela, o público pode perguntar o que quiser e, ultimamente, foram mais de mil e-mails voltados para as previsões apocalípticas.

Na internet os boatos mais recentes do apocalipse entrelaçam uma complexa trama de provas e evidências que levam a crer que o fim dos tempos será no dia 21 de dezembro de 2012 – ou, mais precisamente, o fim do calendário Maia.

A civilização pré-colombiana surgiu no México há mais de três mil anos, e é conhecida por suas habilidades astronômicas, incluindo a divisão do calendário em 365 dias e a previsão de eventos como eclipses.

A causa dessa destruição prevista nos atuais boatos espalhados na internet seria Nibiru, também chamado de Planeta X, um corpo celeste que teria sido descoberto pelos sumérios. O impacto com a Terra seria precisamente na data em que o calendário Maia termina (numa analogia ao “fim dos tempos”) – e o fato estaria sido mantido em segredo pelo governo.

O que parece ter alimentando mais ainda alguns boatos é o lançamento de um filme de Hollywood chamado de “2012”, que deve estrear nos Estados Unidos em novembro. Como parte da campanha de lançamento, a Columbia Pictures criou um site de uma suposta organização para a continuação da humanidade, que reúne evidências de que o mundo realmente acabará em três anos.

O mundo não vai acabar em 2012. Os maias previram datas além de 2012. Não entre em pânico.

O fim do mundo será em 2012?
O que terminará é um dos ciclos do Calendário Maia, que supostamente terminará em 21 de dezembro de 2012. O fenômeno cultural de 2012 inclui mitos, lendas ou fatos para explicar o que pode acontecer em 2012. Na história da humanidade várias datas já foram estabelecidas para determinar o final dos tempos e, provavelmente, outras datas para o fim do mundo também serão estipuladas.

Quem foram os maias?
Há 3.000 anos a civilização maia começou a habitar a região que abrange o sul do México e América Central. Antes da chegada dos espanhóis os maias foram incorporados pelo Império Asteca. Mesmo com uma economia predominantemente agrícola os maias são considerados os detentores da mais sofisticada e bela arte do Novo Mundo antigo. Além de construírem edificações notáveis como palácios, pirâmides, templos e observatórios astronômicos, eles desenvolveram escrita hieroglífica, mapearam fases e cursos de diversos corpos celestes e criaram um calendário considerado um dos mais precisos de todos os tempos.

O que é o Calendário Maia?
O Calendário Maia é um sistema de calendários distintos. Os maias e outros povos vizinhos utilizavam um calendário de 260 dias para eventos religiosos e cerimoniais; um calendário solar de 365 dias; um calendário que combinava os dois primeiros e o calendário de longa contagem de aproximadamente 5.126 anos, que segundo alguns estudiosos termina em 21 de dezembro de 2012.

O Calendário Maia termina em 2012?
Não. O que termina para os maias é o atual ciclo que será finalizado no 13º b'ak'tun ou 21 de dezembro de 2012 - de acordo com alguns especialistas desta cultura. Não existe um consenso se este será o dia do fim do atual ciclo, já que é necessário determinar as datas exatas do calendário maia para o calendário gregoriano. Alguns pesquisadores até sugerem que o ciclo do calendário já terminou alguns anos atrás.

O fim do ciclo maia será o fim da humanidade?
A maioria dos cientistas e especialistas da civilização maia discorda desta interpretação apocalíptica. Eles argumentam que a data corresponde apenas à restauração do calendário, como se fosse uma virada de milênio. O calendário de longa contagem não termina em 21 de dezembro de 2012 ou em outras datas estipuladas por outros estudiosos do tema, já que existem inscrições de previsões até para o ano de 4.772, por exemplo.

Fonte: http://www.fimdomundo2012.com/

IMPORTANTE: Não altere, comercialize ou utilize de forma  leviana o texto ou a imagem. Caso queira publicar algum  conteúdo, coloque as fontes e o autor(a). Respeite o trabalho intelectual e  colabore para formação de uma Umbanda séria e respeitada por todos.